8ª Imersão Teatral – Ariane Mnouchkine

Aconteceu nos dias 22, 23, 24, 25, e 26 de Junho de 2011 a 8ª Imersão Teatral, desta vez tendo como base os estudos ancorados pela filosofia da diretora francesa Ariane Mnouchkine e de seu trabalho teatral desenvolvido com a Companhia do Teatrê du Soleil. Desta vez, pela primeira vez, a Imersão Teatral da Nossa Senhora do Teatro aconteceu fora dos muros da Aldeia de Arcozelo Paschoal Carlos Magno em Paty do Alferes, um centro cultural doado pelo teatrólogo e embaixador da cultura no Brasil, já falecido Paschoal Carlos Magno para que os estudantes das artes e do teatro de todo o Brasil pudessem usufruir. Infelizmente não obtivemos a cessão de utilizá-la este ano, devido ao descaso público, as péssimas condições do imóvel e pelo perigo que apresenta para a vida das pessoas.

Então a Nossa Senhora do Teatro seguiu com seus mais de 170 alunos para uma Fazenda no Município de Engenheiro Paulo de Frontim, próximo a mesma região do Vale do Café. Lá todos irmanados pelos eixos teatrais de Ariane Mnouchkine, pela vontade de aprender e praticar teatro de nossos alunos e Equipe é que criamos toda a ambiência favorável para os trabalhos que duraram quatro dias. Era fácil de se perceber a irmandade, o respeito e o sentido de doação para que tudo prosseguisse em plena harmonia. Os alunos, dotados de extrema capacidade intelectual, percepção e sensibilidade foram responsáveis na criação da atmosfera necessária para se instalar ali a felicidade a fim de crescermos juntos e registrarmos mais um momento de avanço da humanização na formação do ator brasileiro, do ator da sociedade.

Foram 04 dias intensos e de muita expectativa, pudemos vislumbrar as idéias de Ariane Mnouchkine, seus eixos teatrais, sua crença e filosofia na humanidade do ator mundial e de seus trabalhos que revelam sempre temas humanistas. A Programação foi vasta, constando de palestras sobre a diretora francesa Ariane Mnouchkine pelo diretor Ricardo Andrade Vassíllievitch, pela aula de preparação de corpo excepcional do Professor e diretor Jefter Paulo. Os alunos produziram máscaras teatrais a partir da “natureza morta” ou seja de matéria orgânica descartada naturalmente na fazenda como: gravetos, folhas, bagaços, flores entre outros, construíram os happenings noturnos que deixaram a todos perplexos com tamanha percepção e criatividade utilizando as máscaras construídas. Também produziram com total autonomia suas montagens a partir dos eixos de Ariane Mnouchkine com o tema proposto: “A revolta é vermelha!” Este trabalho já dentro do Clube da Fazenda – Teatro de corredor, onde mais uma vez deixaram os corações extasiados de emoção e felicidade pelas encenações apresentadas, mais uma vez utilizando as máscaras produzidas e também entoando as músicas elaboradas para estas encenações. No total se apresentaram 14 grupos de 10 a 12 estudantes de teatro. Nas apresentações noturnas via-se um verdadeiro milagre, era uma romaria de um ponto a outro seguiam se os apaixonados pelo teatro a fim de desvendar os signos estabelecidos por nossos corajosos e sérios estudantes.

Eram atores num mar de lama vermelha de barro, eram os sátyros no meio da floresta! Evoé! Eram atores que se juntavam ao pó, atores que mergulhavam no grande lago, atores que pulavam das árvores, atores que brincavam nos jardins, tiros e gritos vindos das comunidades, rituais primitivos e as tochas e as velas acompanhavam todo o percurso que iluminava ainda mais todo o espetáculo. Nada era apenas efeito simplesmente, mas havia ali uma resistência, dramaturgia inteligente a fim de comunicar com palavras sábias o que desejavam dizer ao mundo, a mais pura revelação de que é possível se construir excelentes trabalhos a partir do artesanal.

Os alunos também assistiram a um documentário sobre a vida e a obra da diretora francesa Ariane Mnouchkine, que foi cedido pelo Consulado da França no Brasil em parceria com nosso Instituto. Assistiram ao filme Marquise, que narra a vida da mais importante cortesã do Séc. XIV e também do comediógrafo Moliére.

A 8ª Imersão Teatral Nossa Senhora do Teatro, desta vez contou também com um digno apoio da Secretaria de Cultura e Turismo do Município de Paulo de Frontim, através de seu Secretario de Cultura “Peninha”, do ator Marcelo Lopes de Freitas, que estudou na Oficina Escola Nossa Senhora do Teatro e que reside em Engenheiro Paulo de Frontim e trabalha nesta Secretaria de Cultura.

 

1 (5)
Fernanda Torres, Ana Ýcaro, Jefter Paulo e Arnaldo Passos
2 (5)
8ª Imersão Ariane Mnouchkine Sitio do evento
3 (5)
Palestra do diretor Ricardo Andrade Vassíllievitch
4 (5)
Atriz ana Ýcaro e o diretor Ricardo Andrade Vassíllievitch
5 (4)
Distribuição do material de estudos
6 (4)
Alunos estudando
7 (4)
Grupos de Estudo
8 (4)
Alunos em estudo
9 (4)
Encontro de estudos
10 (4)
Aula de corpo com professor Jefter Paulo
11 (4)
Aula de corpo
13 (1)
Os alunos assistiram o documentário de Ariane Mnouchkine
14 (1)
Atores Ana Ýcaro e Arnaldo – Festa a fantasia
15 (1)
Alunos da Oficina Livre de Teatro
16 (1)
Alunos 2011 – Festa à fantasia
17
Discussão para montagens
18
Montagens dos Happenings
19
Ensaios para happenigs
20
Happenings Noturno
21
Painel Ariane Mnouchkine
22
Painel Ariane Mnouchkine
23
Lanche com a Maturidade
24
Jefter Paulo, Ana Ýcaros, Arnaldo Passos e Fernanda Torres – Cia Nossa Senhora do Teatro
25
Teatro de corredor
26
Teatro de corredor
27
Teatro de corredor
28
Teatro de corredor
29
Teatro de corredor
30
As máscaras elaboradas com natureza morta
31
Teatro de corredor
32
Ricardo Andrade Vassíllievitch agradece as homenagem dos alunos
33
Ana Ýcaro e Jefter Paulo emocionados com as homenagens
34
Ricardo Andrade Vassíllievitch agradece o empenho de todos com a Imersão
35
Teatro de corredor
36
Teatro de corredor
37
Teatro de corredor
38
Teatro de corredor
39
Encerramento de parte das oficinas
40
Teatro de corredor
41
Teatro de corredor
42
Teatro de corredor
43
Término das apresentações de teatro de corredor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *